sexta-feira, 25 de maio de 2018

DECORAÇÃO SIMPLES: CONHEÇA O ESTILO HYGGE

A Dinamarca, país conhecido frequentemente por ser o mais feliz do mundo, criou um conceito que tem tido influência não só em estilos de vida, mas também na decoração. Já ouviu falar em Hygge?



A nossa casa é suposto ser o nosso refúgio e para quem quiser transmitir isso ao seu lar o Hygge é um bom exemplo a seguir. Conheça um pouco mais sobre este modo de vida que tem tido influência até na decoração.

Hygge: o que significa?


Mais que um estilo de decoração, o Hygge é um estilo de vida. A principal palavra chave que define este conceito é "conforto", embora também seja alusivo a sossego e liberdade.



A ideia do Hygge é criar uma atmosfera mais acolhedora e intimista. Apesar de não ser um estilo de decoração, o conceito foi introduzido na decoração para ajudar a dar esse tipo de identidade aos ambientes.

Notas a reter para tornar a sua casa mais Hygge:



As cores neutras prevalecem


Cores neutras como branco ou tons pastel de cor clara prevalecem no Hygge. Claro que não convém deixar a decoração demasiado "sóbria", por isso, basta escolher uma cor mais vibrante e empregá-la de forma pontual e sem exageros.



Iluminação é essencial


No Hygge a ideia passa por aproveitar ao máximo os locais nos quais haja luz natural. Por isso pode aproveitar a luz de janelas amplas, usar cortinas fluídas e transparentes, bem como móveis e elementos de decoração com cores claras.



O uso de velas em particular é algo imprescindível. São sempre um elemento que traz sensações de intimidade e aconchego, além de que as velas perfumadas podem ser usadas para estimular certos sentidos.



Espaço tem que ter um toque natural


Para conseguir esse toque natural pode usar vários elementos alusivos a natureza. O uso de materiais naturais ajudam a dar uma simplicidade um tanto charmosa.


Pode usar plantas na decoração, assim como texturas de madeira. Também pode aproveitar e misturar outras como pedra, lã ou linho.


Tecidos pesados são muito usados


Pelo facto de a Dinamarca ser um país frio, é normal o uso de tecidos pesados nas mantas e nos tapetes. Tal não quer dizer que esse estilo não possa ser usado noutras estações do ano. Aliás, são os tecidos pesados que ajudam à sensação de conforto de uma casa.



Outra palavra-chave no Hygge: nostalgia!


Mantenha por perto alguns móveis de família de diferentes épocas. Não só ajudam à nostalgia de outros tempos mas também aumentam a sensação de acolhimento.


Guarde também alguns objetos que lhe tragam boas memórias. Quer sejam lembranças de uma viagem ou de um período passado da sua vida estes elementos vão ajudar ao bom ambiente.

Crie cantinhos para o café ou para picnics

Uma das filosofias do hygge é o incentivo ao convívio no conforto de uma casa. Caso tenha um grupo de amigos porque não criar um espaço dedicado a um café ou a um picnic?



No caso do picnic não precisa de ser num espaço exterior. Basta estender uma toalha numa parte espaçosa da casa, encher o espaço com almofadas e decorar o local com velas ou luzes de Natal. O resto passa por desfrutar da refeição e da companhia.



Esperamos que tenha gostado destas dicas!


Veja a nossa colecção completa em cabeceiras.pt


terça-feira, 22 de maio de 2018

PELE SINTÉTICA: O QUE SABER?

A pele sintética, à semelhança da pele natural, tem a fama de trazer um ar de sofisticação a vários móveis da sua casa. Mas quais as suas vantagens e principais características?


É certo que a pele (natural ou sintética) traz uma aparência mais sofisticada a móveis como um sofá, poltrona ou mesmo a uma cabeceira de cama. Mas há alguns detalhes a saber sobre a pele sintética antes de optar por esta via.


O que é Pele Sintética?


A Pele Sintética, também conhecida como "couro sintético" ou "couro ecológico") é considerado por muitos como a alternativa à pele natural. Contrariamente ao couro regular tem a superfície lisa e uniforme, ou seja livre de rugas e diferenças na tonalidade da cor.


O tempo de vida de um produto em Pele Sintética, se for bem tratado, é em média de quatro anos. Tanto esta opção como couro natural são vistos como boas opções caso procure uma decoração mais distinta, requintada e diferenciadora.


Vantagens 



  • Impacto Ambiental Menor: gasta menos 20% durante a sua produção comparado com o couro natural;
  • Fáceis de lavar: recomenda-se especificamente uma lavagem a seco;
  • Preço: produtos fabricados com pele sintética são consideravelmente mais baratos em relação ao couro legítimo;
  • Produtos no mercado são cada vez mais resistentes: ao longo dos anos têm sido desenvolvidas novas tecnologias como alta resistência aos riscos, impermeáveis e facilidade de remoção de manchas.

Desvantagens



  • Exposição ao sol: tanto pele natural como pele sintética não devem estar muito tempo expostas ao sol;
  • Risco de desgaste: este tecido tem maior probabilidade de desgaste, por isso com o tempo poderão surgir rachas se não tiver cuidados

Cuidados a ter com Pele Sintética



Cuidados fulcrais

  • Em caso de sofá ou poltrona coloque esses móveis a uma distância de 50 cm de potenciais fontes de calor (ex: aquecedores, lareiras ou lâmpadas fortes);
  • Evite expor o móvel à luz do sol ou de lâmpadas fortes se quer conservar o revestimento por mais tempo;
  • Se manchar, não enxugue o cabedal ao sol nem use secadores de cabelo ou aquecedores.


Cuidados na limpeza

  • Para ir limpando o pó, basta um pano macio;
  • Em caso de manchas líquidas remova rapidamente o líquido da superfície com papel absorvente, seguindo com um pano limpo e humedecido em água morna. Termine enxugando com um pano seco;
  • No caso de manchas secas use uma escova de pelos macia ou um aspirador de pó.
  • Caso tenha manchas de substâncias oleosas, primeiro use papel absorvente, depois passe um pano limpo e humedecido em água morna e sabão neutro, finalizando com um pano seco.


Esperamos que tenha gostado destas dicas!

Veja a nossa colecção completa em cabeceiras.pt

sexta-feira, 18 de maio de 2018

QUAIS OS TIPOS DE COLCHÕES DISPONÍVEIS? CONHEÇA 5 OPÇÕES!

Chegou a hora de comprar um colchão novo para a cama, mas não faz ideia das opções existentes no mercado? Hoje falamos-lhe de algumas opções para todos os gostos e necessidades.




O mercado atualmente tem diversas opções no que toca ao seu conforto. Se não tem a certeza sobre qual seria o colchão mais adequado a si e às suas necessidades, nós damos uma ajudinha com a lista em baixo!


Colchão de Espuma


O colchão de espuma é conhecido por se adaptar ao corpo de quem os utiliza. É o tipo de colchão indicado para quem sofra de fadiga crónica e de problemas musculares ou de postura.



No que toca a desvantagens, este colchão poderá ser desconfortável em dias mais quentes devido à sua sensibilidade a temperaturas mais quentes. Atenção ainda ao facto de absorver mais humidade e, por consequência, ganhar fungos, bactérias e ácaros.

Colchão de Molas


O colchão de molas é considerado o padrão da indústria de colchão. Se tem tendência a dormir de lado, este definitivamente vai-lhe cair que nem uma luva. No caso de ter problemas com excesso de peso este colchão também é o indicado.



Um conselho: vá virando este colchão para prolongar a vida útil. Tenha particular cuidado com os afundamentos: podem causar dores e problemas na coluna e perturbam a qualidade do sono.

Colchão de Látex

Os colchões de látex têm recuperado o interesse dos compradores e por boas razões. E não é caso para menos: é o colchão com maior tempo de longevidade.



Esta poderá ser uma opção melhor que espuma porque sendo este colchão de látex, permite passagem do ar e é ótimo contra fungos, ácaros e bactérias. Mas se não gosta de colchões mais firmes, ou se tiver alergia ao látex, esta poderá não ser uma opção para si.



Colchão Viscoelástico

Viscoelástico é frequentemente descrito como sendo um dos materiais sintéticos do futuro. É feito de material que se modela ao seu corpo, independentemente da sua altura e peso.



A grande desvantagem poderá ser os preços, sendo este um tipo de colchão normalmente caro. Contudo, o seu tempo de longevidade poderá rivalizar com o Colchão de Látex.



Colchão de Ar

Apesar de serem mais utilizados em acampamentos estes colchões já estão também disponíveis para lares. Pelo facto de poder ajustar o ar, são caracterizados por uma firmeza uniforme ou ajustável a cada um dos lados.



Ainda assim caso este colchão seja partilhado por um casal que goste de níveis diferente, tal pode resultar em dores na coluna, por isso pondere bem antes de ir para esta opção.





Esperamos que tenha gostado destas dicas!

Veja a nossa colecção completa em cabeceiras.pt

terça-feira, 15 de maio de 2018

O QUE TER EM CONTA NA HORA DE DECORAR UM QUARTO DE CRIANÇA

Independentemente da idade, o quarto é sempre para nós um sinónimo de "santuário". Para uma criança o quarto deve ser o reflexo dos seus sonhos, pelo que a decoração deve rimar com a sua personalidade.




Decorar o quarto de uma criança exige atenção ao detalhe. Para um adulto o quarto é um lugar de relaxamento. Para uma criança é um local para brincar, receber os amigos, estudar e sonhar.

A pensar nessa questão, reunimos para si alguns conselhos para o ajudar na hora de decorar o quarto dos mais pequenos.

ESCOLHA UM TEMA QUE DEFINA O QUARTO

A sua filha morre de amores pelas Princesas Disney? O seu "homenzinho" é louco pelos super-heróis da Marvel ou pelo CR7? Isto poderá ser o primeiro passo para lhe criar um quarto de sonho!



Não precisa de mobilar o quarto inteiro em torno disso. Há pequenos detalhes na decoração (ex: nos lençóis, acessórios, ou mesmo adesivos cores para a parede do quarto, etc.) que ajudarão a que o seu pequeno ou pequena se sintam verdadeiramente envolvidos num universo que adoram.



DÊ VIDA ÀS PAREDES DO QUARTO

Para as crianças as cores são sinónimo de dinâmica. Pode optar por pintar as paredes do quarto do seu filho com cores fortes como o azul, o verde, rosa ou laranja (nas tonalidades certas).



Há sempre a opção de explorar a dinâmica que os papéis de parede podem dar ao espaço dos mais novos. Uma opção que resulta é a de aplicar um papel de parede dinâmico em apenas uma parede do quarto.



A COR INTERESSA!

Ainda dentro da temática das cores: também os móveis devem reforçar um ambiente colorido. Caso o quarto da criança tenha uma cor básica (nomeadamente branca), certifique-se que o resto dos móveis e acessórios possuam cores diversas.



Use estampas leves de modo a não exagerar demasiado numa certa cor. As cores mais vivas poderão causar excitação e cansaço numa criança.



PLANEIE OS ACESSÓRIOS DO QUARTO




O quarto de uma criança deve ser um reflexo das suas fantasias. Arrisque em acessórios que não só sejam decorativos, mas também que permitam aos mais novos sentirem-se num verdadeiro espaço de brincadeiras.



Não se esqueça ainda de cestos, baús, armários, cómodas e prateleiras nos quais a criança pode arrumar os seus brinquedos, bem como aprender por ela mesma a organizar o seu quarto.

ORGANIZE A ILUMINAÇÃO




Luz é também um ponto fulcral! Certifique-se que coloca iluminação em diversos pontos-chave tais como em cima da mesa ou secretária, ou na mesinha de cabeceira.




CRIE UM CANTINHO PARA A LEITURA

O incentivo à leitura é importante desde a mais tenra idade. De modo a incentivas na criança o gosto pela leitura, poderá criar um cantinho dedicado a essa atividade.


Nesse espaço pode incluir pufs, cadeiras e uma mesinha, o que poderá ser útil na hora dos trabalhos de casa. Não se esqueça ainda dos gibis e livros ilustrados e terá um espaço no qual poderá ter uma "hora do conto" com os seus pequenos.



Esperamos que tenha gostado destas dicas!

Veja a nossa colecção completa em cabeceiras.pt

sexta-feira, 11 de maio de 2018

A INFLUÊNCIA DAS CORES NO AMBIENTE DE SUA CASA

Na hora de dar um novo look à sua casa, além da mobília, existe também o fator das cores. Sabia que a cor que escolher tem influência no tipo de energia que o seu ambiente irá transmitir?



Quer tornar uma certa sala num espaço mais enérgico? Ou num local que lhe transmita paz e tranquilidade? Temos algumas indicações sobre o efeito das cores quando aplicadas às paredes ou móveis do seu lar.


terça-feira, 8 de maio de 2018

OS TIPOS DE TAPETES MAIS ADEQUADOS PARA CADA DIVISÃO DA CASA

Os tapetes são um dos mais importantes elementos decorativos da casa. Mas qual o tapete correto para cada divisão? Temos alguns conselhos!



Nem só de sofás, prateleiras ou espelhos vive a decoração de uma divisão! Os tapetes também preenchem o espaço, bem como o chão em seu redor.



Se está na hora de um refresh a várias salas do seu lar (especificamente na sua tapeçaria), então temos alguns conselhos práticos na hora de pensar nessa renovação!

Na Sala de Estar


Neste espaço o tapete deve ser elegante e resistente. A nossa dica é que o tapete acompanhe todo o comprimento do sofá e que combine com o estilo deste mesmo móvel.

Na Sala de Jantar

Aqui deve ter em conta o tamanho da mesa e o espaço ocupado pelas cadeiras. O tapete que ficar debaixo de uma mesa de jantar convém que seja maior que esse móvel. Recomendamos que o tapete tenha pelo menos mais 50 cm para cada lado da mesa. 

Ah e tenha atenção ao facto de ser um espaço usado para refeições! Convém por isso escolher um tapete que seja durável e resistente a nódoas.

No Quarto


Como o quarto é uma zona de conforto certifique-se que os tapetes transmitam essa sensação. Mas neste caso não use mais que um ou dois tapetes.

Caso escolha um tapete coloque-o ao fundo da cama e certifique-se que tenha mais ou menos a mesma largura que a cama. No caso de optar por dois, escolha uns que tenham menos 10 a 20 cms de distância entre a mesa de cabeceira e o fundo da cama.

Mas se prefere apenas um tapete de tamanho maior o nosso conselho é que o mesmo tenha medidas com mais um metro do que a largura da sua cama. (Exemplo: cama com 170 cms idealmente pede um tapete com 270 cms).

Na Casa de Banho

Quantos mais tapetes para a casa de banho, melhor. Tendo em conta que este é um local de higiene, certifique-se que as suas escolhas sejam funcionais e práticos.

Na Cozinha


Na cozinha é comum a existência de azulejos. Por isso a função do tapete nesta divisão deve passar por não só dar um ar mais acolhedor à sua cozinha, mas também por deixar um ambiente mais "completo".


Esperamos que tenha gostado destas dicas!

Veja a nossa colecção completa em cabeceiras.pt
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...